loader
Gloss Run 2019
Purple Run

EPILEPSIA SEM PRECONCEITO

DATA A CONFIRMAR

HORÁRIO

EIXÃO DO LAZER

SOBRE O EVENTO

Estamos abrindo a cápsula do conhecimento para transmitir informações que precisam chegar ao máximo de pessoas possíveis e ser tratado com mais frequência entre todos nós: a epilepsia.

Essa doença é muito mais comum do que imaginamos e, infelizmente, é cercada por preconceitos exatamente pela falta de informação.

A PURPLE RUN vem dar voz às pessoas do Brasil e do mundo todo que possuem a doença e mostrar para o mundo que elas não perdem o brilho de viver a vida.

Junte-se a nós por essa causa tão nobre.

Informações

Em breve

Retirada do kit: a confirmar

Local em breve

Percursos

Correr é para todos

KIT ATLETA

Camisa
Medalha
Bag
Número de peito

INSCRIÇÕES
SOLIDÁRIAS*

5KG DE ARROZ +
1 PACOTE DE FRALDAS INFANTIL

*Atenção: consulte o regulamento

DICAS SOBRE EPILEPSIA: FIQUE LIGADO

1
NO DF, DEPUTADOS DISTRITAIS DERRUBARAM O VETO QUE PROIBÍA O USO DE REMÉDIOS À BASE DE CANABIDIOL NO TRATAMENTO DA DOENÇA.
2
EPILEPSIA NÃO É CONTAGIOSA.
3
APROXIMADAMENTE 2%
DA POPULAçÃO BRASILEIRA
É AFETADO PELA EPILEPSIA.
4
A EPILEPSIA AFETA
MAIS DE 50 MILHÕES
DE PESSOAS NO MUNDO.
5
PESSOAS COM
EPILEPSIA PODEM LEVAR
UMA VIDA NORMAL.
6
NO BRASIL SÃO DIAGNOSTICADOS
APROXIMADAMENTE 200 MIL
NOVOS CASOS POR ANO.
7
AO SE DEPARAR COM ALGUÉM TENDO UMA CRISE, MANTENHA-SE CALMO E ACALME AS PESSOAS AO SEU REDOR.
8
EVITE QUE A PESSOA CAIA BRUSCAMENTE NO CHÃO E A POSICIONE DE LADO DE MODO QUE SALIVA OU VÔMITO ESCCORRAM PARA FORA.
9
PERMANEÇA AO LADO DA VÍTIMA ATÉ QUE ELA SE RECUPERE. SE A CRISE FOR SUPERIOR A 5 MINUTOS, PEÇA AJUDA MÉDICA.

Quer saber mais? Siga nossas redes sociais: @purplerunbsb

Quer saber mais? Siga nossas redes sociais:



@purplerunbsb

CONHEÇA O PURPLE DAY: ACOLHIMENTO E CONSCIENTIZAÇÃO

purple day

Em 26 de março é comemorado o Dia Internacional de Conscientização sobre a Epilepsia, o Purple Day, e todo o mês é reservado para ações que reforçam a data. Esta iniciativa surgiu em 2008, no Canadá, inspirada no relato de uma criança chamada Cassidy Megan, ao compartilhar seu sentimento de solidão por ter epilepsia. A cor roxa foi escolhida em alusão às lavandas, por ser uma flor ligada ao sentimento de isolamento, descrito por Cassidy. O objetivo original da campanha era incentivar o diálogo sobre Epilepsia, num esforço comum para reduzir os mitos e fazer com que as pessoas com Epilepsia não se sentissem sozinhas.

Esta pequena iniciativa foi ganhando força e, incentivada por grandes instituições como a Liga Internacional de Combate à Epilepsia (ILAE), Epilepsy Foundation, Epilepsy Society, entre outras, ganhou projeção mundial. Atualmente, dezenas de países participam da campanha. Em Joinville, ela ocorre desde 2015 e tem como foco central utilizar a informação como ferramenta-chave para reduzir o preconceito e o estigma sobre epilepsia.

A ideia é simples: no dia 26 de março você é convidado a vestir roxo e falar sobre Epilepsia sem preconceito!

fonte: neurologica.com.br